GRCS

04/11/2013

Nota da FNE sobre as declarações do ministro Moreira Franco

A Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) contesta veementemente as declarações do ministro da Aviação Civil, Wellington Moreira Franco, sobre a competência dos engenheiros brasileiros. Conforme, divulgado pela mídia neste sábado (2/11), ele afirmou em evento na sexta-feira (1/11) que a responsabilidade pelos atrasos nas obras dos aeroportos nacionais é dos profissionais que seriam “muito ruins”. É profundamente lamentável que uma autoridade do governo federal, ao ser cobrada pelas tarefas sob sua alçada, em vez de prestar contas devidamente à sociedade, transfira a responsabilidade a técnicos que definitivamente já demonstraram sua capacidade. A engenharia civil brasileira, apesar das duas décadas de estagnação que frearam investimentos e oportunidades de trabalho, tem sido reconhecida no País e no exterior e é considerada do mais alto nível.

Como os engenheiros brasileiros vêm alertando há anos, é fundamental que haja investimentos em projetos e que esses não sejam contratados simplesmente pelo menor preço, mas levando-se em conta a qualidade e optando-se pela melhor relação custo-benefício aos cofres públicos e à população. Trata-se de problema de gestão, não de engenharia.

A FNE, que já mantém acordo de cooperação com o Ministério do Esporte para acompanhamento das obras de infraestrutura previstas para a Copa 2014, coloca-se à disposição também da Secretaria da Aviação Civil para colaborar na avaliação dos projetos dos aeroportos brasileiros. Certamente, não será por falta de bons engenheiros que o País será penalizado.




Lido 3483 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda