logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

01/07/2013

Metrô do ABC paulista recebe licença ambiental prévia

A Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) emitiu licença ambiental prévia da linha 18-bronze, do Metrô. A linha de monotrilho vai beneficiar diretamente a região, ligando a estação Tamanduateí, na capital, até o bairro Alvarenga, em São Bernardo. A licença é necessária para que a Secretaria de Transportes Metropolitanos dê continuidade ao processo de elaboração de uma PPP (Parceria Público-Privada), modelo escolhido para ser adotado na linha.

Com a licença ambiental prévia, seguem os trâmites da licitação que vai definir a concessionária que será responsável pela implementação, operação e manutenção da linha, que passará por três cidades do ABC. A previsão do governo do Estado é que o edital da PPP seja lançado em agosto. Poderão participar da concorrência empresas brasileiras e estrangeiras. 

A concessão vai durar 25 anos. A empresa ou consórcio vencedor terá quatro anos para finalizar a construção e será responsável por efetuar as desapropriações e reassentamentos necessários para implantação da linha. Caberá também à vencedora da licitação realizar todas as sondagens, estudos e projetos das obras civis para viabilizar a construção.

Tamanduateí
Estudos realizados pela Secretaria de Transportes Metropolitanos projetam a quantidade de passageiros que utilizarão a linha de monotrilho que vai passar pelo ABCD. O cálculo é importante para que empresas interessadas em participar da PPP tenham noção do potencial de usuários - e consequentemente possam detectar a viabilidade do negócio.

A expectativa é que a linha 18 transporte cerca de 365 mil pessoas por dia. A estação Tamanduateí representa parcela significativa deste total, com mais de 119 mil usuários que serão transportados diariamente.

Depois que a linha bronze ficar pronta, Tamanduateí vai se tornar o ponto de encontro de três linhas (2-verde, 10-turquesa e 18-bronze), o que explica o número expressivo.

A estação Paço Municipal, que vai funcionar no centro de São Bernardo, será a segunda maior parada em número de usuários: 72,4 mil por dia. A Estação Mauá - em referência ao Instituo Mauá de Tecnologia, em São Caetano -, terá a terceira maior demanda, com 21,9 mil passageiros diariamente.

 

Fonte: Diário de S. Paulo, de 28/06/2013




Lido 2606 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda