GRCS

03/01/2013

Chuvas causam morte, alagamentos e deixam estado do Rio em alerta

ChuvasRJA frente fria que chegou com força na madrugada desta quinta-feira (3/01) ao Rio de Janeiro provocou chuvas intensas na região serrana, no sul do estado e na Baixada Fluminense. Uma pessoa morreu em Xerém, distrito de Duque de Caxias, onde o Rio Capivari subiu ao nível das pontes e alagou diversos bairros. As informações foram divulgadas pela Defesa Civil Estadual.

Em Teresópolis, as sirenes foram acionadas em cinco comunidades com a subida do Rio Paquequer. Cinquenta pessoas ficaram desalojadas nas localidades do Vale da Revolta, de Perpétuo, Rosário, Caxangá e Pimentel. Em Petrópolis, os rios Bingen e Piabanha transbordaram. Houve escorregamento de terra e pedras nos bairros Independência, Siméria e São Sebastião.

Em Angra dos Reis, no sul do estado, oito casas desabaram e há 32 pessoas desalojadas. Na mesma região, em Mangaratiba, houve rolamento de pedras e um muro desabou, causando destruição em uma casa, na localidade de Conceição de Jacareí. Em Mambucaba, há 100 desalojados.

Seminário
Em novembro último, o SEESP realizou o seminário "Evitar e proteger a população", onde foram discutidas medidas emergenciais a serem adotadas na cidade de São Paulo para impedir os problemas provocados pelas chuvas que ocorrem até o mês de março, principalmente. No entanto, várias das questões levantadas pelos especialistas presentes ao evento valem também para outras regiões brasileiras. Por isso, vale à pena conferir o que foi apresentado no seminário, registrado pelo vídeo a seguir.


 

Imprensa – SEESP
Com informações da Agência Brasil
Foto UOL Notícias 



Lido 1264 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda