GRCS

28/06/2012

Fim do fator previdenciário pode ser votado em até dois meses

A previsão foi dada pelo líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), nesta quarta-feira (27/06), após reunião com os ministros da Fazenda, Guido Mantega; da Previdência, Garibaldi Alves Filho; e de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. A matéria consta do Projeto de Lei nº 3.299/08. “Minha tarefa foi mostrar para os ministros e para a ministra que os líderes da base manifestaram-se favoravelmente à aprovação da matéria”, disse o líder partidário.

Os parlamentares, informa a Agência de Notícias da Câmara, querem votar o substitutivo do deputado licenciado Pepe Vargas (PT-RS), atual ministro do Desenvolvimento Agrário, que estabelece que o trabalhador não terá perdas ao se aposentar quando o somatório da idade e do tempo de contribuição for de 95 anos para homens e 85 anos para mulheres. É a fórmula 85/95.

Chinaglia informou que os ministros ainda estão analisando a proposta e que uma nova reunião ocorrerá no próximo dia 10 de julho. “O governo levantou números e implicações, por isso nos reuniremos novamente. Além disso, [o governo] negocia com centrais sindicais. Isso é ótimo, mas agora vai ter que negociar com sua própria base. [O tema] Está pautado e será votado.”

 

Imprensa – SEESP
* Com informações da Agência Câmara de Notícias

 

Leia também
44 mil cidadãos pedem à Câmara fim do fator previdenciário
Veja entrevista com advogado sobre o fator previdenciário
Fator previdenciário é um redutor do valor da aposentadoria
Movimento sindical quer fim do fator previdenciário


Lido 1721 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda