GRCS

19/06/2012

Cidade de São Paulo deve oferecer internet pública

A proposta foi defendida pelo professor Marcelo Knörich Zuffo, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, durante reunião do CMCT&I (Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia & Inovação), realizada no SEESP, em 14 de junho. Após discorrer sobre os desafios dos projetos antecedentes e o atual contexto da internet no Brasil e na América Latina, ele apresentou o conceito da internet púbica, na sua avaliação o mais conveniente no cenário nacional. Para ele, trata-se de uma abordagem moderna de infraestrutura na sociedade da informação.

Segundo Zuffo, a ideia não é proporcionar internet sem custo para as pessoas físicas ou jurídicas, nas residências ou empresas, mas oferecer acesso à rede “nos espaços públicos, dentro de um interesse público”, como educação, saúde, segurança, patrimônio histórico, turismo, parques, aeroportos etc. “Cabe a uma cidade como São Paulo, progressista, sair desse marasmo e ter uma ideia ambiciosa”, enfatizou o professor. Ele lembra ainda que para colocar o projeto em prática basta articulá-lo política e institucionalmente. “É necessário formar um consenso. Não é problema tecnológico, mas jurídico.”

O diretor do SEESP e membro do CMCT&I, Allen Habert, afirmou que a expectativa é que seja encaminhado, ainda neste ano, um projeto de lei à Câmara Municipal para implantação da internet pública em São Paulo. Durante a reunião, comprometeu-se a apresentar a proposta o vereador Eliseu Gabriel (PSB), a exemplo do que ocorreu com aquela que culminou na Lei 15.247, de 26 de junho de 2010, que criou o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia & Inovação, também de sua autoria. Habert ainda sugeriu a realização de um seminário para debater o tema com o conjunto da sociedade paulistana. Além disso, enfatizou que dentro da Campanha Brasil Inteligente, lançada pela CNTU, a questão seja levada aos demais municípios do País.

Para José Alexandre Sanches, coordenador de Desenvolvimento Econômico da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, é de extrema relevância o debate a respeito da internet pública na cidade de São Paulo. "Estabelecer essas discussões são contribuições para o desenvolvimento da comunicação online entre os servidores, tendo como reflexo, a melhoria na prestação de serviço aos munícipes", ponderou.
 

Lourdes Silva
Imprensa - SEESP


Lido 2092 vezes

Comentários   

# Interior SPValdir Almeida 22-06-2012 23:04
Muito apropriado esta idéia para a capital e se possível ampliar o raio de cobertura.
Haja visto que no interior de Sp em uma cidade de nome esquisito Sud Menucci, já existe internet grátis para a população há muito tempo.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda