GRCS

28/05/2012

Cteep: proposta ficou abaixo do esperado

No dia 24 de maio último, aconteceu a terceira rodada de negociação (a segunda com entrega de proposta) entre os representantes das entidades sindicais e da Cteep para discutir o ACT 2012/2013 (Acordo Coletivo de Trabalho). A empresa iniciou dizendo que reconhece o esforço dos trabalhadores, mas está preocupada com a renovação da concessão dos serviços por ela prestados em 2015 e a possibilidade de perdas de receita. Também manifestou que não aceita discutir o PCS, pois entende que este ano a pauta abrange questões financeiras e econômicas. Assim, apresentou a seguinte proposta:

Vigência

 

• Um ano (1º/6/2012 a 31/5/2013) – cláusulas econômicas e  pagamento de compensação de horas extras

Reajuste salarial

• IPC-Fipe + aumento real = 5% (cinco por cento)

Gratificação de férias

• 5% (cinco por cento)

Pisos salariais

 

 

• Ajudante: ajustar pelo índice de reajuste salarial = 5 % (cinco por cento)
• Engenheiro: ajustar pelo valor do salário mínimo da categoria

Função acessória

• 5% (cinco por cento)

Auxílio vale-refeição

 

 

• 6% (seis por cento)                                                                           – Tabela participação: corrigir pelo mesmo índice econômico do reajuste salarial – redação do

 ACT vigente

Cesta base
(auxílio-alimentação)

 

• 6% (seis por cento)
– Tabela participação: corrigir pelo mesmo índice econômico do reajuste salarial – redação do ACT vigente

Auxílio-creche

• 6% (seis por cento)

Auxílio bolsa estudo

• Valor R$ 600.000,00 (seiscentos mil reais)

Pagamento e compensação de horas extras

• Manter a sistemática vigente

PLR 2012





 

• Valor R$ 10.700.000,00 (dez milhões e setecentos mil reais)
– Indicadores:
   . Enes - Meta para 2012 (MWh)
     . Limite inferior: 4836
     . Limite superior: 1614
– Novos empreendimentos

PLR 2013

• Premissas:
– Empresa garante a negociação da PLR 2013
– Mesmos moldes da PLR 2012
– Indicadores, pesos e metas serão discutidos a partir de janeiro de 2013

 

Os representantes do SEESP afirmaram que compreendem a preocupação quanto ao futuro da companhia, mas isso deveria ser discutido apenas em 2014. Quanto à proposta apresentada, reconheceram que houve pequeno avanço, mas o pleito da categoria é de percentual maior a título de ganho real e melhorias nos benefícios. O sindicato também não abre mão de discutir o sobreaviso (ao que a Cteep comprometeu-se a trazer uma proposta na próxima reunião), revisão/extinção do banco de horas, equiparação do CD (Cteep x EPTE) e demais itens da pauta de reivindicações dos engenheiros enviada à companhia. Além disso, o SEESP cobrou da empresa os dados da folha de pagamento total (salário nominal + adicionais fixos e variáveis) e suas devidas faixas salariais para que seja possível discutir a PLR 2012, os quais são aguardados na próxima reunião. Portanto, a proposta foi rejeitada no seu todo, não só por essa entidade, mas por todas as demais representantes de trabalhadores. A expectativa é de grandes melhorias na próxima reunião, marcada para 30 de maio, às 14h, na SE Bom Jardim.

Engenheiro,fique atento e mobilizado. Mantenha contato conosco pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou telefone (11) 3113-2641, com Antonio.

* Veja aqui o boletim do Cteep

Imprensa - SEESP


Lido 2600 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda