logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

03/01/2023

CNTU, FNE e entidades do setor pedem medidas urgentes em defesa da Petrobras

Comunicação SEESP

 

O presidente do SEESP, da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), Murilo Pinheiro, subscreveu juntamente com diversas lideranças, em dezembro último, carta ao Presidente Lula com pedido de medidas urgentes de reconstrução da Petrobras, empresa essencial ao desenvolvimento e soberania do País.

 

No documento, as entidades apontam que “as decisões equivocadas decorrentes da espetacularização da Operação Lava-Jato levaram à desestruturação das empresas brasileiras de Engenharia”, como o “esquartejamento da Petrobras”, e defendem que a recuperação do protagonismo deste segmento econômico é possível e necessária.

 

“A experiência e preocupação que Vossa Excelência em fazer do nosso petróleo um instrumento de transformação foi demonstrada com a decisão de aprovar um conjunto de leis a partir da descoberta do Pré-Sal e, ao mesmo tempo, destinando a ampliação das respectivas receitas para melhoria da educação e saúde oferecidas pelo poder público aos brasileiros. As condições agora são mais adversas, porém dignas a um Estadista que conhece as reais necessidades e potencialidades do nosso povo”, afirmam as lideranças no texto.

 

Confira a carta:

 

Exmo. Sr. Luiz Inácio Lula da Silva
Presidente eleito da República Federativa do Brasil,
 
Sr. Presidente
 
Cabe-nos, inicialmente, parabenizá-lo pela vitória na eleição ocorrida em 30/10/2022, e desejar sucesso na tarefa de reconstruir o Brasil à frente da Presidência da República, pautado em políticas que assegurem o desenvolvimento econômico e social do país.
 
Lamentavelmente, as decisões equivocadas decorrentes da espetacularização da Operação Lava-Jato levaram à desestruturação das empresas brasileiras de Engenharia, à privatização da Eletrobrás e ao esquartejamento da Petrobras, com a consequente ocupação de espaços estratégicos por empresas estrangeiras, muitas das quais estatais.
 
Não obstante, as entidades de Engenharia aqui subscritas entendem que é plenamente possível recuperar rapidamente o protagonismo deste segmento econômico, essencial à retomada do desenvolvimento nacional em bases soberanas.
 
Trilhar este caminho implica ações jurídicas imediatas por parte do Governo, de modo a reverter o esbulho legal e infralegal que tornaram estatais estratégicas brasileiras objetos de interesse dos setores rentistas, em detrimento de bem servir ao nosso povo como, aliás, foi compromisso anunciado durante a campanha de Vossa Excelência à Presidência da República.
 
Em particular o sistema integrado Petrobrás e sua enorme riqueza associada à descoberta do Pré-Sal, com a responsabilidade de suprir de combustíveis todo o território nacional.
 
Nesse sentido, torna-se mister designar para a Petrobras gestores que ao mesmo tempo demonstrem a capacidade em saber fazer e ideologicamente comprometidos com o desenvolvimento nacional, assegurando em curto prazo a ampliação das oportunidades industriais (naval e de equipamentos), tecnológicas e de projetos de Engenharia, gerando riqueza e empregos de qualidade no país, inclusive barateando os derivados mais essenciais aos brasileiros.
 
A experiência e preocupação que Vossa Excelência em fazer do nosso petróleo um instrumento de transformação foi demonstrada com a decisão de aprovar um conjunto de leis a partir da descoberta do Pré-Sal e, ao mesmo tempo, destinando a ampliação das respectivas receitas para melhoria da educação e saúde oferecidas pelo poder público aos brasileiros.
 
As condições agora são mais adversas, porém dignas a um Estadista que conhece as reais necessidades e potencialidades do nosso povo.
 
Na expectativa de uma boa acolhida dessa nossa proposta, subscrevemos.
 
Atenciosamente,
Marcio Ellery Girão Barroso, Presidente do Clube de Engenharia
Adaedson Costa, Secretário Geral da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP)
Alexandre Santos, Presidente do Clube de Engenharia de Pernambuco (CE-PE)
Allen Habert, Diretor de Articulação Nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários (CNTU)
Fábio Augusto Gomes Vieira Reis, Presidente da Federação Brasileira de Geólogos (FEBRAGEO)
Luiz Antônio Cosenza, Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro
Murilo Celso de Campos Pinheiro, Presidente da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE)
Olímpio Alves dos Santos, Presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (SENGE-Rio)
Paulo Massoca, Coordenador Geral da Engenharia pela Democracia (EngD)
Pedro Pinho, Presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras (AEPET)
Roberto Freire, Presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (FISENGE)

 

 

 

 

 

 

Lido 79 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda