logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

29/06/2022

Pouco avanço na negociação com a Isa-Cteep

Comunicação SEESP

 

Nos dias 22 e 24 de junho, ocorreram respectivamente a segunda e a terceira rodada de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2022/2024 dos engenheiros da Isa-Cteep, mas ainda com pouco avanço em relação aos justos anseios e reivindicações da categoria.

 

A proposta da empresa passou a contemplar reajuste salarial, extensivo aos demais benefícios de caráter econômico, igualado ao IPCA cheio (11,73%); e foi acrescentada uma Bonificação Pontual no vale-alimentação (cesta) quando da assinatura do acordo que evoluiu de R$ 766,00 (2ª rodada) para R$ 1.000,00 (3ª rodada).

Entretanto, o SEESP destaca os pontos em que ainda é preciso negociar:

 

1) permanece o inaceitável teto para o reajuste salário (salários acima de R$ 14.200,00 receberiam um valor fixo de R$ 1.666,00 a título de reajuste salarial);

 

2) permanece a exclusão dos quadros executivos das regras do acordo;

 

3) permanece o congelamento da parcela fixa na PLR 2022 em relação ao valor praticado em 2021;

 

4) a partir ainda da segunda rodada,  foi proposta alteração da Cláusula do Trabalho Híbrido, de forma a incluir a possibilidade de realização de trabalho remoto em até 2 dias por semana, sobre o argumento de que seria a formalização do que já é praticado atualmente – consideramos que a forma proposta ao definir o limite de dias de trabalho remoto engessa possibilidades de acerto da proporção entre trabalho remoto e presencial, dentro do Trabalho Híbrido, respeitadas as particularidades de cada área, mediante prévia formalização junto ao sindicato da categoria e aprovação pelos empregados da respectiva base –; e

 

5) foi incluída na proposta da empresa a alteração da escala/jornada de técnicos e engenheiros da Manutenção de Equipamentos, SPAT e Centro de Manutenção Especial: de 5X2 (horário comercial) para 6X3 (horário comercial).

Os sindicatos nas duas últimas rodadas de negociação, frente aos pontos negativos acima, rejeitaram novamente a proposta da empresa. E de forma unânime, expuseram em mesa que é inadmissível:

 

a) teto salarial para o reajuste dos salários;

b) exclusão dos quadros executivos das regras do acordo;

c) congelamento da parcela fixa na PLR 2022 em relação ao valor praticado em 2021;

d) engessamento e exclusão da participação dos sindicatos em relação às possibilidades trazidas pelo Trabalho Híbrido; e

e) piora da escala/jornada de técnicos e engenheiros da Manutenção de Equipamentos, SPAT e Centro de Manutenção Especial

 

A íntegra da proposta da empresa foi enviada aos engenheiros por e-mail, na última segunda-feira (27/6). Em negociação anterior somente sobre Participação nos Lucros e Resultados (PLR), já ficou acordado entre empresa e as entidades sindicais:

 

  • Indicadores da PLR 2022
  • Adiantamento da PLR no valor de R$ 5.300,00 a ser pago em 31/8/2022
  • Coordenadores e especialistas não fazem mais parte deste modelo de PLR, passando para o mesmo modelo de gerentes e diretores

 

 

 

 

 

 

Lido 155 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda