logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

13/01/2022

Economista aponta fiasco do modelo fiscalista

Agência Sindical

 

Nossa economia terá grandes dificuldades para se recuperar. Os vetores capazes de injetar energia no sistema – emprego, renda, juros, investimentos – estão afetados pela recessão, crise sanitária e erros governamentais.

 

A avaliação é do professor Antonio Corrêa de Lacerda, diretor da Faculdade de Economia e Administração da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), consultor, escritor e palestrante.

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a inflação de 2021 (10,06%), a maior desde 2015. Segundo o professor, “a alta no custo de vida afeta muito as famílias, uma vez que encarece os alimentos e reflete os aumentos na energia, combustíveis e outros itens que pesam no bolso”.

 

Para Lacerda, o modelo econômico em vigor fracassou. “Conceitualmente, ainda estão na Chicago dos anos 70”, critica. O arrocho no investimento público é outro problema. “Deveríamos investir 4% do PIB e estamos investindo a metade”, adverte.

 

Sindicalismo - No entender do professor Lacerda, o movimento deve atuar, com outras forças progressistas, por uma agenda focada na geração de emprego e uma política industrial. Ele lamenta que instrumentos como o Ministério do Trabalho e outras Pastas tenham sido desativados ou enfraquecidos.

 

Quando o setor produtivo não investe e outros correm para especulação, cabe ao Estado investir. Ele diz: “O fiscalismo está errado. Veja que o próprio presidente Biden, dos Estados Unidos, (país mais liberal do mundo), executa um plano apoiado no investimento público”.

 

Eleições - O Brasil, ainda que mude o governo, terá que esperar 12 meses para reverter a atual política. O professor Corrêa de Lacerda, embora se diga otimista, espera, segundo ele, que a sociedade não repita o erro de 2018.

 

 

Confira também: SEESP Entrevista Antonio Corrêa de Lacerda

 

 

 

 

 

 

 

Lido 72 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda