GRCS

25/06/2021

Engenheiros da Cetesb, em greve, têm audiência de conciliação nesta sexta

Comunicação SEESP

Os engenheiros da Cetesb estão em greve desde a 0h da terça-feira (22/6), frente à intransigência da empresa, que após quatro rodadas de negociação, a última ocorrida em 14 de junho último, persistiram em manter a proposta de 0% de reajuste para os salários e demais benefícios de caráter econômico e a retirada do benefício “cesta de natal”, conquista histórica da categoria. A greve, deliberada pela categoria em assembleia do dia 15 de junho passado, foi ratificada em assembleia do dia 21, véspera da greve.

 

greve na cetesb laerte interna

 

Ontem (24/6), o SEESP entrou com Dissídio Coletivo Econômico contra a Cetesb frente ao impasse na negociação que levou à greve em curso. Haverá audiência de conciliação no Tribunal no final da manhã desta sexta-feira (25/6). Durante à tarde, será realizada nova assembleia dos engenheiros da Cetesb, às 16h (2ª convocação) para avaliação e deliberação dos próximos passos de nossa campanha na empresa, já com as informações novas da audiência.


Assembleias da categoria ocorreram em todos os dias da paralisação para avaliação e deliberação sobre os próximos passos da campanha. Na assembleia do dia 22, primeiro dia da greve, o SEESP conclamou a categoria a necessidade legal de manter o percentual mínimo de 70% da escala normal no último mês (a Cetesb obteve liminar no TRT 2ª Região em ação cautelar nesse sentido). Cumpre-nos destacar, entretanto, que até a presente data, não recebemos da empresa a escala de contingência, primeiro e necessário passo para o devido cumprimento da determinação legal.


Pela primeira vez os engenheiros da empresa estão realizando uma greve em que grande parte da categoria está em teletrabalho, devido à pandemia da Covid19. Nessa circunstância, recebemos relatos de assédio moral realizado por algumas chefias, principalmente no interior, que tem pressionado profissionais, por telefone, a indicarem quem aderiu à greve da categoria.


Em deliberação da assembleia de terça passada esta prática foi repudiada, conclamando-se a todos os engenheiros que não aceitassem a pressão, recusando-se a declinar os nomes de quem está em greve. Não podemos contemporizar com práticas antissindicais.

Os profissionais estão sendo mantidos informados diariamente por informes online.



Lido 344 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda