logo seesp ap 22

 

BannerAssocie se

21/05/2021

Pressão sindical adia votação da PEC 32 na Comissão

Agência Sindical

Adiada votação da Proposta de Emenda Constitucional 32/2020 - reforma Administrativa - na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Previsão é que seja votada terça (25/5). Para o analista do Diap, André Santos, adiamento se deu por dois fatores fundamentais: a pressão sobre o Congresso Nacional e conflitos na base da situação. “Até na base governista não há consenso pela aprovação da Proposta como está”, afirma.

 

reforma administrativa

 

Congressistas sentem a pressão de Servidores, principalmente do setor da segurança, que compõe a base do governo. “Estamos perto do período eleitoral. Matérias como essa dificilmente são pautadas. Os parlamentares pensam no impacto em seu eleitorado”.

 

Lideradas pelo Movimento Basta, dezenas de entidades assinaram Carta Aberta contra. Centrais Sindicais também combatem a PEC. Audiências públicas demonstram à população o desmonte que prejudica Servidores e a população carente de proteção social.

 

Para Antonio Carlos Fernandes Lima, coordenador do Basta e presidente da Confederação Nacional das Carreiras e Atividades de Estado, a luta sindical e social surtiu efeito. “Vejo avanço das forças que priorizam a vida. É momento de priorizar áreas da saúde, segurança, ciência e tecnologia. Setores que estão na linha de frente no combate à pandemia”, avalia.

 

Pressão será mantida. “Trabalhamos pela não-votação da proposta, que desrespeita os Servidores e a sociedade. Essa PEC conseguiu unificar setores privado e público como jamais tinha acontecido. É vitória da sociedade, do sindicalismo e do belo trabalho que os parlamentares de oposição estão fazendo na CCJ”, conclui o dirigente.



Lido 232 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar



Receba o SEESP Notícias

E-mail:

agenda