GRCS

03/10/2019

Engenheiros da Rio Paraná Energia têm assembleias na terça (8)

Comunicação SEESP

trabalhadores indo a assembleia homeOs engenheiros da Rio Paraná Energia realizam Assembleias Gerais Extraordinárias simultâneas (via vídeoconferência), na terça-feria (8/10), para deliberar sobre a última proposta da companhia, apresentada no dia 5 de julho de 2019. Entre os itens propostos estão: piso salarial conforme a Lei nº 4.950-A/66, no valor de nove salários mínimos, que correspondem a R$ 8.982,00; e reajuste salarial e benefícios de 4,66% do Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA), mais 0,13% de ganho real, totalizando 4,79%. Segue abaixo a agenda das assembleias.

Assembleias Gerais Extraordinárias:

Data: 8 de outubro de 2019 (terça-feira)

Horário: 13h30 (1ª convocação) e 14h (2ª convocação)
Local: Sede da empresa em São Paulo/SP 

Horário: 13h30 (1ª convocação) e 14h (2ª convocação)
Local: Usina Hidrelétrica de Jupiá (via vídeoconferência) 

Horário: 13h30 (1ª convocação) e 14h (2ª convocação)
Local: Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira (via vídeoconferência)

Pauta: Discussão e deliberação sobre a proposta final da Rio Paraná Energia, visando o Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2021

Proposta final da empresa:
• vigência: dois anos, de junho de 2019 a maio de 2021;
• piso salarial: conforme a Lei nº 4.950-A/66, no valor de nove salários mínimos, que correspondem a R$ 8.982,00;
• reajuste salarial e benefícios: 4,66% do Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) mais 0,13% de ganho real, totalizando 4,79%;
• PPR (Programa de Participação nos Resultados): será mantido o mesmo programa de 2018;
• Homologação: será sempre realizada no Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP), salvo posição contrária do engenheiro;
• auxílio creche/babá: inclusão de filhos com necessidades especiais para o recebimento do benefício; e
• manutenção dos demais itens do acordo 2018/2019.



Lido 476 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda