GRCS

05/07/2017

SPTrans melhora proposta; engenheiros avaliam em assembleia nesta quarta

Em reunião de negociação realizada no dia 29 de junho último, a São Paulo Transporte (SPTrans) apresentou sua contraproposta final para assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) de 2017. Por isso, o SEESP está convocando assembleia nesta quarta-feira (5/07),  às 19h (em segunda convocação), com os engenheiros da empresa para discutir e deliberar sobre o andamento da campanha salarial. A atividade será na sede do sindicato, na capital paulista (Rua Genebra, 25, Bela Vista).

Entre os itens da proposta apresentada à mesa, destacamse-se: reajuste salarial de 4,08% retroativo à data-base de 1º de maio, extensível aos vales alimentação e refeição; compromisso de eventualmente abrir processo de discussão em relação ao reajuste dos demais benefícios de caráter econômico; seleção interna: a empresa se compromete a constituir uma comissão para identificar demandas para preenchimento de cargos prioritários no prazo de 30 dias, contados da data de assinatura do ACT; cesta de natal: a empresa se compromete a conceder no mês de dezembro de 2017, o crédito de R$ 523,28 por empregado; o acordo terá validade de dois anos e suas cláusulas e condições obrigam as partes a observância do ordenamento legal vigente, particularmente no que se refere às relações de trabalho entre a empresa e seus empregados. Fica convencionado que qualquer modificação que possa vir a alterar essas relações, deverão ser objeto de apreciação e deliberação entre a SPTrans e o SEESP antes de sua implementação, sob pena de nulidade;  no dia 1º de maio de 2018 serão negociados os reajustes dos salários e dos benefícios de caráter econômico; e as partes manterão entendimentos quanto às especificidades da categoria representada, separadamente.

O SEESP e os demais sindicatos representantivos dos empregados da SPTrans consideraram que houve avanços significativos na proposta original da empresa. Além de melhorar o item econômico, o sindicato salienta, como positivos, o compromisso de abertura de espaço para discussão e solução de questões específicas para cada categoria. No caso específico dos engenheiros, será privilegiada a discussão da reclassificação dos profissionais dos quadros de carreira que desenvolvam atividades exclusivas da área, para o reenquadramento na carreira de engenheiro. Foi também atingido na negociação um compromisso tácito, entre sindicatos e representantes da empresa, de equalização dos outros benefícios de natureza econômica com outras empresas públicas municipais; e, por último, houve forte avanço nas relações sindicato/empresa, onde toda e qualquer situação que implique nas relações empregatícias, principalmente por conta de eventual modificação na legislação trabalhista, só serão implementadas bilateralmente.

 

 

Comunicação SEESP

 

 

 

 

 

 

 

Lido 1131 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda