GRCS

30/01/2017

Sindicalismo se mexe ou reforma da Previdência passa, diz deputado

O deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) alerta que o sindicalismo precisa reforçar a luta contra a reforma da Previdência. “Da parte do governo, está claro: entregar para bancos o filé da Previdência. Se o sindicalismo não aumentar a pressão, a matéria vai passar fácil na Câmara e no Senado”, diz o parlamentar, conhecido aliado dos aposentados e pensionistas. A advertência foi feita durante o Repórter Sindical na Web, apresentado toda quinta-feira ao vivo, das 20h às 21h, na TV Agência Sindical, pelo jornalista João Franzin.

Para o deputado, boa parte da Câmara sequer conhece a gravidade da reforma. “Muitos são alienados; seguem o governo e pronto”, diz. Experiente na comunicação de massas, por sua atuação na televisão, Faria de Sá lamenta o grau de desinformação da população. “As pessoas não têm a mínima ideia do estrago que está por vir. A grande mídia tem interesses em não divulgar. O governo investe pesado na propaganda. O sindicalismo precisa informar suas bases. Digo isso às Centrais e também às Confederações”, ressalta.

Dinheiro da Previdência
No programa, ao responder perguntas do público, o deputado contestou o discurso do governo. “Existe uma coisa chamada DRU (Desvinculação de Recursos da União). No ano passado, o governo retirou R$ 120 bilhões da Seguridade. Aumentou esse desconto de 20 para 30%, ou seja, um aumento de 50%. Ora, se a Previdência não tem recursos, de onde o governo tira todo esse dinheiro?”, questiona.

Privatização
Do alto dos seus oito mandatos, o deputado petebista chama atenção para a gana de bancos e seguradoras. Faria de Sá recorda: “No governo Fernando Henrique, se armou a privatização e logo os bancos se credenciaram. A ironia é que os três bancos que armaram o bote quebraram e não existem mais. O que teria acontecido com o dinheiro das pessoas se tivessem entrado naquele esquema? Teria desaparecido”.

Comunicação SEESP
Notícia do boletim eletrônico Repórter Sindical

 

 

Lido 1356 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda