GRCS

01/06/2016

Engenheiros aprovam proposta de acordo do Metrô

Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (31/05), os engenheiros do Metrô de São Paulo decidiram aprovar a proposta global da companhia para o Acordo Coletivo de Trabalho 2016. A data-base da categoria é 1º de maio.

 

Entre outros itens econômicos, foram aprovados: reajuste salarial de 10,03%, em duas parcelas, sendo a primeira de 7,5%, em 1º de maio de 2016, a segunda de 2,53% em 1º de novembro, ambas incidentes sobre os salários de 30 de abril último; e majoração de todos os benefícios pelo Índice de Preço ao Consumidor da  Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC/Fipe) de 10,03% integral, inclusive os vales alimentação e refeição, em parcela única, a partir de 1º de maio.


Foto: Beatriz Arruda/SEESP
Metro AS 31MAI2016 
Diretores do SEESP explicam proposta do Metrô na assembleia do dia 31
 

Já com relação as demais reivindicações da categoria, foram reiteradas as propostas formuladas pelo Metrô e registradas em ata de audiência realizada no Tribunal Regional do Trabalho 2ª Região de São Paulo (TRT/SP), também no dia 31, como o pagamento da primeira parcela do 13º salário juntamente com o pagamento das férias dos empregados, a contar da vigência do ACT 2016/2017;  as progressões salariais aos empregados elegíveis em dezembro de 2015, serão realizadas em folha de pagamento de julho de 2016, observando os pré-requisitos definidos no atual Plano de Carreira; quando ao salário normativo será renovada a cláusula preexistente do acordo 2015/2016.


 

Imprensa SEESP







Lido 1728 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

agenda