Logos

GRCS

A Resolução nº 218, de 29 de junho de 1973, estabelece a normatização de diversas modalidades da Engenharia, entre elas a Sanitarista. O profissional desenvolve suas atividades com foco no controle sanitário do ambiente; captação e distribuição de água; tratamento de água, esgoto e resíduos; controle de poluição; drenagem; higiene e conforto de ambiente; seus serviços afins e correlatos.

 

Atividades
Supervisão, coordenação e orientação técnica
Estudo, planejamento, projeto e especificação
Estudo de viabilidade técnico-econômica
Assistência, assessoria e consultoria
Direção de obra e serviço técnico
Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico
Desempenho de cargo e função técnica
Ensino, pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação técnica; extensão
Elaboração de orçamento
Padronização, mensuração e controle de qualidade
Execução de obra e serviço técnico
Fiscalização de obra e serviço técnico
Produção técnica e especializada
Condução de trabalho técnico
Condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção
Execução de instalação, montagem e reparo
Operação e manutenção de equipamento e instalação
Execução de desenho técnico

 

Classificação Brasileira de Ocupações (CBO)
Órgão governamental que estava ligado ao Ministério do Trabalho

Competências pessoais
Trabalhar em equipe

Demonstrar capacidade de negociação

Demonstrar raciocínio lógico

Demonstrar visão sistêmica

Demonstrar raciocínio matemático

Demonstrar criatividade

Demonstrar dinamismo

Demonstrar capacidade de liderança

Demonstrar capacidade de decisão

Demonstrar visão espacial

Usar Equipamento de Proteção Individual (EPI)

Controlar situações adversas

Quem faz – Entrevista
13 de julho Dia do Engenheiro Sanitarista
Fazer obras adequadas ao meio ambiente e à saúde é nossa função, atesta engenheiro sanitarista

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp