Logos

GRCS

A modalidade foi criada pela Portaria nº 1.693, de 5 de dezembro de 1994, do Ministério da Educação. Já as competências da área foram normatizadas pela Resolução nº 447, de 22 de setembro de 2000, pelo Confea. No Art. 2º é definido ao engenheiro ambiental o desempenho das atividades referentes à administração, gestão e ordenamento ambientais e ao monitoramento e mitigação de impactos ambientais, seus serviços afins e correlatos. Ainda conforme o Art. 4º da norma, os engenheiros ambientais integrarão o grupo ou categoria da Engenharia, Modalidade Civil, prevista no art. 8º da Resolução 335, de 27 de outubro de 1989.

 

Atividades
Supervisão, coordenação e orientação técnica

Estudo, planejamento, projeto e especificação

Estudo de viabilidade técnico-econômica

Assistência, assessoria e consultoria

Direção de obra e serviço técnico

Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico

Desempenho de cargo e função técnica

Ensino, pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação técnica; extensão

Elaboração de orçamento

Padronização, mensuração e controle de qualidade

Execução de obra e serviço técnico

Fiscalização de obra e serviço técnico

Produção técnica e especializada

Condução de trabalho técnico

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp