Logos

GRCS

CANTEIRO

Avalie este item
(0 votos)

Diretor regional do sindicato assume reitoria da Unilins
     O 1º vice-presidente da Delegacia Sindical do SEESP em Lins, Milton Léo, assumiu a reitoria da Unilins (Universidade de Lins). Ele era vice-reitor, cargo que agora será ocupado por Edgar Paulo. Além da posse de ambos, em cerimônia na sala Orquídea do Blue Tree Park Hotel no dia 9 de janeiro, houve a diplomação de novos coordenadores de cursos de graduação, inclusive de engenharia e tecnologia. Após a solenidade, foi servido jantar de confraternização aos presentes. Eleição na Assef
     O diretor adjunto do SEESP, Luiz Edson de Castro Filho, foi eleito em dezembro último vice-presidente da Assef (Associação dos Engenheiros Ferroviários no Estado de São Paulo) para o biênio 2008/2009. No período, a entidade estará sob o comando de Fernando José Pinto.

Representantes no Crea-SP são empossados
     Em 17 de janeiro, foram empossados durante plenária no Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo) os novos representantes do SEESP nesse órgão. O mandato é de três anos (2008/2010). São eles: Adnael Antonio Fiaschi e Sérgio Scuotto (respectivamente titular e suplente na modalidade Mecânica e Metalurgia); Paulo Eduardo de Grava e Renato Becker (Eletricista); Balmes Vega Garcia e Luiz Fernando Napoleone (Química); os titulares Cyro Raphael Monteiro da Silva e Marcos Wanderley Ferreira e seus suplentes Breno Botelho Ferraz do Amaral Gurgel e Martim Cesar (Civil); João Luiz Braguini e José Mário Sarilho (Agrimensura); Newton Guenaga Filho e Carlos Alberto Guimarães Garcez e seus suplentes João de Freitas Miranda Neto e Lourenço Juliani (Segurança do Trabalho).

SEESP promove ações contra desmonte na Cesp
     O anúncio pelo Governo do Estado de que pretende privatizar a Cesp (Companhia Energética de São Paulo) ainda neste trimestre causou apreensão entre os engenheiros. A data provável de venda da empresa se situará entre 20 de fevereiro e 31 de março, conforme apresentado durante audiência pública realizada em 15 de janeiro no auditório da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). O edital seria publicado já no dia 8 próximo, mantidas as condições e prazos atuais dos contratos relativos às desestatizações oriundas da cisão da Cesp nos anos 90. Ou seja, sem renovação da concessão – o que também era preocupação da categoria.
     Ainda não há garantia de estabilidade no emprego. Sobre isso, o SEESP, juntamente com a FNE (Federação Nacional dos Engenheiros) e outras entidades, começa a se mobilizar, realizando uma série de ações e gestões junto ao poder público para evitar o desmonte da equipe técnica da empresa – o que historicamente aconteceu nas desestatizações no setor elétrico. Nos anos 90, as duas outras companhias de geração provenientes da cisão da Cesp – Duke Paranapanema e AES Tietê –, por exemplo, reduziram drasticamente esse efetivo e nada investiram na expansão da oferta de energia, descumprindo os próprios editais de privatização, que previam o pífio crescimento da capacidade instalada de 15% num prazo de oito anos, vencido em 2007. E desta vez nem mesmo esse incremento constará do edital.
     Entre as iniciativas, o sindicato ingressou com pedidos de representação junto ao Ministério Público Federal e ao TCU (Tribunal de Contas da União) e enviou cartas à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e ao governador do Estado, José Serra, solicitando audiência. Aguarda ainda o agendamento de reunião com o presidente do PED (Programa Estadual de Desestatização) e vice-governador, Alberto Goldman, e a secretária Estadual de Saneamento e Energia de São Paulo, Dilma Seli Pena, em que pleiteará que a cláusula relativa a gerenciamento de pessoal, prevista no acordo coletivo com a Cesp, se estenda até 2011.

Adeus a Davi Monteiro Lino
     O SEESP lamenta a morte, em 19 de dezembro último, do engenheiro Davi Monteiro Lino, presidente da Delegacia Sindical do SEESP em Jacareí. À frente da entidade desde 2001, ele acumulava os cargos de secretário de Infra-estrutura e vice-prefeito da cidade e era pré-candidato à sucessão municipal nas eleições deste ano. Como homem público, foi ainda vereador por três legislaturas. Funcionário de carreira da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), nessa área, ocupou também a presidência do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Jacareí). Deixa esposa e filho.

 

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda