GRCS

CANTEIRO

Avalie este item
(0 votos)

Seminário sobre plano diretor estratégico e mobilidade
      Evento sobre o tema foi realizado no dia 22 de setembro, na sede do SEESP, na Capital paulista, pela entidade, por intermédio do Comitê Temático “Cidade em Movimento” do seu Conselho Tecnológico Estadual. O evento reuniu cerca de 150 pessoas e contou com a presença de autoridades como o vereador José Police Neto (PSDB), relator do projeto de lei de atualização do plano diretor estratégico na Câmara Municipal de São Paulo. Também prestigiaram a iniciativa diretores de Senges de diversos estados brasileiros.
      Diretor do SEESP e um dos coordenadores da iniciativa, Edilson Reis destacou a opção pela data estratégica para a realização do seminário, coincidindo com o “Dia Mundial sem Carro”. Ele lembrou as contribuições do Comitê Temático ao sistema de circulação viária na RMSP (Região Metropolitana de São Paulo), visando o uso racional do carro particular e o desenvolvimento de políticas públicas que privilegiem o transporte público de forma a desestimular a opção pelo individual – que tem levado a congestionamentos médios diários superiores a 100km/h. Reis enfatizou que o documento “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, lançado pela FNE (Federação Nacional dos Engenheiros) em 2006 e que agora está sendo atualizado, inclui uma série de proposições à área, de modo a garantir mobilidade urbana. Entre elas, as implantações de sistemas de transporte de média e alta capacidade e de bolsões de estacionamento nas chegadas de rodovias, garantindo o transbordo e acesso à rede de coletivos.
       Afirmando que está em vigor plano de expansão para toda a RMSP, com investimentos previstos de R$ 20 bilhões, o coordenador de Planejamento e Gestão da Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, Silvestre Eduardo Rocha Ribeiro, revelou que é necessário avançar na integração regional e manter a qualificação permanente de toda a rede. Além disso, salientou o desenho perverso da Capital, na qual 43% dos postos de trabalho encontram-se na região do centro expandido, ante apenas 13% de moradias, o que exige ligações extremas. “O encaminhamento nas políticas setoriais deveria ser de se ocupar o entorno.” Milton Xavier, assessor técnico da Secretaria de Estado dos Transportes, apontou gargalos fruto de ausência de política de racionalização do sistema paulista de transportes e logística. Além de desenvolver infraestrutura de forma adequada, alternativa, na sua concepção, é mudar o paradigma.
      Ailton Brasiliense, presidente da ANTP (Associação Nacional de Transportes Públicos), ratificou na oportunidade que a viabilidade da cidade passa pela questão do uso do solo. E foi adiante: “Hoje os congestionamentos são crescentes, em função inclusive de haver planos diretores no papel, mas não efetivamente implantados.” Também abordaram o tema Ricardo Laiza e Laurindo Martins Junqueira, respectivamente superintendentes de Planejamento da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e da SPTrans (São Paulo Transporte).

Diretor regional do SEESP é homenageado
     
O presidente da Delegacia Sindical do SEESP na Baixada Santista, Newton Güenaga Filho, também coordenador da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo), obteve reconhecimento público por seu trabalho à frente desse último cargo. A homenagem lhe foi outorgada durante reunião das câmaras afins de conselhos de outros estados, realizada na capital paraibana, João Pessoa, de 14 a 16 de setembro.

Legislação profissional é tema no Estado
       As várias delegacias sindicais do SEESP no Interior do Estado começam a se mobilizar e promover seus seminários iniciais sobre legislação profissional, conforme recomendação da Caep (Comissão de Assuntos do Exercício Profissional) da entidade. Em 17 de setembro, iniciativa foi realizada em Pindamonhangaba, com cerca de 50 pessoas presentes. No dia 30 do mesmo mês, foi a vez de Jacareí. Também está programada atividade em Marília, em 9 de outubro. E na cidade de Lins ocorreu no dia 10 de setembro, no Unilins (Centro Universitário de Lins), o curso “Legislação profissional: presente e futuro”, no qual se discutiu a Lei 5.194/66, que regula o exercício profissional da engenharia, arquitetura e agronomia. Foram cerca de 60 participantes.

Nova sede em Campinas
       Como parte da estratégia do SEESP de compra de sedes próprias no Interior do Estado para melhor atender seus representados, espaço foi adquirido agora em Campinas – o quinto da série, ao lado de Lins, Presidente Prudente, Bauru e São José dos Campos, cumprindo meta da diretoria do sindicato para este ano. O termo de compromisso foi assinado em 14 de setembro e a escritura o será, pelo presidente estadual da entidade, Murilo Celso de Campos Pinheiro, em 14 de outubro. A nova sede fica à Avenida Júlio Diniz, 605, no Jd. Nossa Senhora Auxiliadora, em localização estratégica, que permite fácil acesso. Ocupa área total de 413m2 e será inaugurada em breve.

Oportunidades
       Segundo levantamento feito até dia 28 de setembro, a área de Oportunidades & Desenvolvimento Profissional do SEESP dispõe de vagas para engenheiros nas seguintes modalidades e quantidades assinaladas: civil (12), elétrica e eletrônica (duas), aeronáutica, de produção, metalúrgica e minas (uma cada). Para se cadastrar e inserir seu currículo, acesse neste site o link Oportunidade Profissional. Mais informações pelo telefone (11) 3113-2666.

 

Mais nesta categoria: « CURSOS TIRA »

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda