Logos

GRCS

26/05/2015

Engenheiros do Metrô se reúnem em assembleia hoje às 18h30

Avalie este item
(1 Votar)

Engenheiros do Metrô se reúnem em Assembleia Geral Extraordinária nesta terça-feira (26/5), às 18h30, para avaliar a proposta feita pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Audiência de Conciliação realizada na tarde de segunda (25), de que a empresa conceda 8,82% de reajuste - sendo 7,21% de reposição inflacionária e 1,5% de aumento real. O TRT também indicou a manutenção de todas as cláusulas do Acordo Coletivo da categoria, inclusive, o vale-alimentação extra – 13º, bem como o cumprimento da Lei nº 4.950-A/66, referente ao piso salarial dos engenheiros, bandeira histórica do SEESP.


Foto: Sindicato dos Metroviários de São Paulo
27 5 Editadas-4 red
Assembleia dos metroviários em 2013 decide paralisar atividades


A empresa, por sua vez, se recusa a renovar a cláusula que diz que irá avaliar a possibilidade de aumentar sua proposta de reajuste e, anteriormente, havia feito a proposta de reajuste de 7,21% do Índice de Preço ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), extensivo às demais cláusulas.

Na última audiência foram reinteradas as reivindicações dos engenheiros:  

• Reajuste salarial cuja pretensão é o Índice do Custo de Vida do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (ICV do Dieese) de 8,36% mais aumento real de 8%, totalizando 17,01%;
• salário normativo dos engenheiros no valor de R$ 7.092,00;
• vale-refeição de R$ 35,00, com 30 cotas mensais;
• vale-alimentação de R$ 420,00, com cota extra do 13º salário;
• Participação nos Lucros e Resultados: manutenção de 100% proporcional ao salário, com adicionais do Decreto Estadual nº 59.598/13;
• adicional de férias de um salário;
• seguro de vida integralmente custeado pela Companhia do Metrô;
•  Plano de saúde para os aposentados – MSI;
• adequação da estrutura salarial dos engenheiros coordenadores em relação aos departamentos;
• manutenção do anuênio na forma em que vem sendo praticada;
• manutenção da antecipação do 13º salário pago em janeiro de cada ano;
• manutenção do aviso prévio proporcional, que vem sendo praticado, de cinco dias por ano trabalhado; e
• manutenção da vedação de desconto salarial na quinzena, para os trabalhadores que apresentam insuficiência de saldo.

Os metroviários realizam assembleia no mesmo horário.

Serviço:
Data: 26 de maio de 2015 (terça-feira)
Horário: 18h (1ª convocação) e 18h30 (2ª convocação)
Local: Sede do SEESP (Rua Genebra, 25, Bela Vista – São Paulo/SP)
Pauta: Discussão e deliberação sobre os próximos passos da campanha salarial 2015 dos Engenheiros do Metrô.


Imprensa SEESP





Lido 2196 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp