GRCS

25/02/2015

Diadema adquire alimentos de pequenos produtores agrícolas

Para garantir a qualidade dos alimentos distribuídos a 85 entidades socioassistenciais cadastradas pela Prefeitura de Diadema, a Secretaria de Segurança Alimentar adquire frutas, legumes e verduras do Banco de Alimentos. Neste ano, por exemplo, já foram compradas mais de 11 mil toneladas, quantidade suficiente para alimentar 15 mil pessoas por mês. A previsão é de chegar a 100 mil toneladas ao longo de 2015.

As compras acontecem por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), cujos preços são calculados de acordo com a tabela da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). O PAA beneficia pequenos agricultores que vendem parte de sua produção, de acordo com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Os interessados em participar do PAA devem se inscrever na Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). O programa leva em conta alguns critérios, como tamanho da terra, renda salarial específica etc. Os aprovados são indicados à Prefeitura, para análise e posterior contato para aquisição de alimentos.

Cada agricultor recebe uma cota anual para vender seus produtos, que passou de R$ 5.500 para R$ 6.500, em 2015. O aumento na verba permitiu que a Prefeitura adquirisse alimentos de qualidade de um número maior de pequenos produtores. Após a aquisição, o agricultor emite uma nota, a qual é encaminhada ao Governo Federal, que repassa o dinheiro diretamente ao produtor.

O Banco de Alimentos, que existe desde 2003, é uma maneira dos pequenos agricultores custearem as despesas ou investirem em épocas de colheitas.


 

Fonte: Prefeitura Municipal de Diadema








Lido 2266 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda