Logos

GRCS

16/04/2014

Metalúrgicos assinam primeiro acordo coletivo nacional de trabalho

Assinado nesta quarta-feira (16/4), o primeiro acordo coletivo nacional de trabalho de uma empresa do ramo metalúrgico, a ThyssenKrupp Elevadores. A assinatura do acordo foi na sede da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), com a presença de representantes de sindicatos de metalúrgicos cutistas que têm, em sua base, unidades da empresa.

O acordo estabelece igualdade de condições na concessão da Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) a todos os cerca de dois mil metalúrgicos da base sindical da CUT em todo o país. Para o presidente da CNM/CUT, Paulo Cayres, o acordo nacional é um passo importante para que a categoria consiga avançar para o Contrato Coletivo Nacional de Trabalho por setores do ramo metalúrgico.

“Há muito tempo defendemos o Contrato Coletivo, que garantiria direitos e remuneração iguais para trabalhadores de todo o país. O que justifica uma empresa diferenciar tanto a remuneração e as condições de trabalho entre unidades em diferentes estados? Os preços são nacionais e por que não os salários, já que a qualificação da mão de obra tem de ser a mesma?”, questiona Paulo Cayres.


O sindicalista lembra ainda que apenas duas categorias têm contratos coletivos nacionais: os bancários e os petroleiros.

A sede da Confederação, onde será assinado o acordo com a ThyssenKrupp, fica na avenida Antártico, 480 – São Bernardo do Campo/SP.

Fonte: CUT 





Lido 1731 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda