Logos

GRCS

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

26/02/2014

50 anos em defesa da engenharia

Completando 50 anos nesta terça-feira (25), a Federação Nacional dos Engenheiros (FNE) tem muitos motivos para comemorar. Em sua história, a entidade se destaca por sua representatividade em âmbito nacional na defesa dos direitos dos engenheiros e de seu papel fundamental para o desenvolvimento do Brasil.

“Ao longo desse período, nossa federação amadureceu a sua atuação como entidade sindical e também como parte da sociedade civil organizada que pode e deve dar a sua contribuição para que o País trilhe os rumos do desenvolvimento sustentável, buscando inserção soberana no sistema internacional e qualidade de vida para a sua população”, destaca o presidente da entidade, Murilo Celso Pinheiro.

O projeto ‘Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento’, lançado pela entidade em 2006, contribuiu efetivamente à retomada da expansão econômica no País. A iniciativa cresceu, passando pela discussão sobre as cidades e as regiões metropolitanas, o enfrentamento da crise financeira, os gargalos que estancaram a retomada do crescimento, observada a partir de 2007, e a Copa 2014, atual ponto de pauta. Assim, a federação vem acompanhando os preparativos e debatendo problemas e soluções em seminários em várias partes do Brasil.

Dentre as conquistas, outra vitória importante da FNE é o crescimento e fortalecimento dos 18 sindicatos a ela filiados, que ganharam relevância e representatividade em suas respectivas bases, além de projeção nacional em diversos aspectos.  “Essa organização é hoje uma forte e coesa rede de entidades e lideranças guiadas pelo objetivo comum de defender o engenheiro e lutar pelo desenvolvimento”, ressalta Pinheiro.

Ele aponta ainda várias conquistas em relação à valorização profissional e à remuneração dos engenheiros em diversas cidades e estados brasileiros e também no setor privado.

Na agenda de ações da FNE, permanece a defesa do piso profissional da categoria previsto na Lei 4.950-A/66,  o fortalecimento dos sindicatos filiados, a ampliação de sua capacidade de mobilização em defesa dos direitos da categoria. Além de continuar o debate sobre questões cruciais à sociedade. Nesse sentido, a ideia é apresentar, neste ano eleitoral, propostas aos candidatos.

História
Fundada em 25 de fevereiro de 1964 por um grupo de engenheiros que se reuniu em assembleia no Rio Grande do Sul, a FNE teve sua Carta Sindical reconhecida e assinada pelas entidades dos engenheiros do estado gaúcho, além de São Paulo, Guanabara, Minas Gerais, Paraná, Volta Redonda, Bahia, Pernambuco e Santa Catarina em 29 de dezembro de 1965.

De organização voltada exclusivamente à atuação sindical, com a pretensão de levar a voz e os anseios da categoria ao governo, ao longo de sua trajetória, consolidou-se como uma entidade que passou a engajar-se também na luta pelo desenvolvimento nacional.



Imprensa - SEESP










 

Lido 1309 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda