GRCS

02/04/2020

Manifesto denuncia falta de materiais de proteção aos profissionais da saúde

Comunicação SEESP

 

Sindicatos e associações da saúde e entidades apoiadoras – entre elas o SEESP – publicaram manifesto em defesa dos trabalhadores da saúde, dos serviços essenciais e da população. O texto chama atenção à denúncia da categoria quanto à falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais que fazem linha de frente na batalha contra a Covid-19.

 

No Brasil, o número de infectados pelo novo coronavírus dobra a cada três dias. O manifesto destaca que no Estado de São Paulo, especialmente na Capital, sindicatos e conselhos de classe têm recebido uma avalanche de denúncias dos profissionais da saúde e de outros setores essenciais, inclusive do grupo de risco, quanto à falta de EPIs.

 

“O que há uma semana era denúncia de falta de condições de segurança no trabalho, esta semana está se transformando em registro crescente de profissionais afastados com suspeitas ou confirmação de Covid-19”, frisa o texto.

 

Para o assessor do SEESP Carlos Hannickel a situação é alarmante. “A falta de EPIs e de materiais de higiene e limpeza adequados, além do grande número de pessoas que procuram assistência nos hospitais municipais já está colapsando”, ele afirma.

 

O manifesto cobra dos governos, com urgência, medidas necessárias que possam preservar a vida dos profissionais e da população. “Zelar por eles é zelar por todos nós!”, ressalta o texto.

 

Leia aqui o manifesto na íntegra.

 

 

 

Denúncias

 

MáscaraErrada UPA 020420Máscaras de proteção individual distribuídas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), região de Perus: equipamento inadequado protege apenas contra poeira, névoa e fumo. Segundo equipe, só haverá nova reposição em 30 dias.

 

 

 

 

 

 

CortinaEmendadaCortina emendada com esparadrapos para isolar os pacientes do Hospital do Servidor Público Municipal.  

 

 

 

LucasMáscarasContadasSecretaria de Assistência e Desenvolvimento Social encaminha, sem embalagem, quantidade mínima de luvas e máscaras para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Butantã.

 

 

Fotos: Divulgação / Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep).

 

 

 

 

 

Lido 240 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda