Logos

GRCS

06/11/2019

Seminário em Taubaté destaca importância da engenharia de manutenção para a sociedade

Rita Casaro – Comunicação SEESP*

 

Aconteceu em Taubaté, na terça-feira (5/11), o "Seminário Cresce Brasil – Engenharia de Manutenção". A atividade integra a série sobre o tema programada no âmbito do projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, que vem defendendo a necessidade de inspeção, conservação e manutenção permanentes de estruturas, como pontes, viadutos e barragens, além de edificações, feitas de forma planejada por profissionais qualificados. O objetivo é garantir segurança  à população, assim como a correta aplicação dos recursos públicos.

 

Taubate1 05 11 2019Paulo Guimarães (ao microfone), defende retomada da engenharia nacional durante seminário em Taubaté.

 

Na abertura da atividade, o presidente da Delegacia Sindical do SEESP em Taubaté, Breno Botelho Amaral Gurgel, saudou a presença dos dirigentes de todas as demais subsedes do sindicato no Vale do Paraíba, ressaltando a importância da discussão para a região.

A coordenadora do Núcleo Jovem Engenheiro, Marcellie Dessimoni falou sobre o engajamento e mobilização de estudantes e recém-formados e o esforço do SEESP para acolher esses jovens profissionais. Entre as inúmeras atividades que têm sido promovidas, ela citou a visita técnica à Embraer, realizada no mesmo dia. Conforme Dessimoni, o tema da engenharia de manutenção tem grande importância, inclusive pelo que pode representar como oportunidade de trabalho.


O diretor geral da Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea em São Paulo,  Pedro Katayama, enfatizou a importância da engenharia de manutenção para a sociedade. Paulo Guimarães, presidente Nacional da instituição, lembrou ainda a necessidade de resgate da engenharia e tecnologia nacionais, assim como da atividade de pesquisa e desenvolvimento. “O País tem tudo para defender a engenharia, temos muitos desafios a enfrentar e, com união, iremos conseguir enfrentar e ter novamente o crescimento e desenvolvimento”, afirmou.


Secretaria específica

Para ele, a proposta da criação de secretarias de engenharia de manutenção nas administrações públicas, que tem sido defendida pelo SEESP, é fundamental para evitar tragédias. O presidente do sindicato, Murilo Pinheiro, lembrou que a ideia foi concebida a partir da discussão realizada em diversos seminários que tiveram como objetivo pensar como a engenharia poderia contribuir para a segurança da população e boa gestão pública. Nesse sentido, apontou, é imprescindível que haja autonomia dos profissionais que detém o conhecimento técnico para que decisões relativas a obras sejam tomadas a partir da boa engenharia, e não de disputas judiciais. Por fim, a exemplo de Guimarães, o dirigente também conclamou à mobilização da engenharia por um Brasil mais justo, com qualidade de vida e oportunidade de trabalho.


Participaram ainda da abertura do seminário os vereadores de Taubaté João Vidal (PSB) e Loreny (Cidadania). A parlamentar manifestou apoio à proposta e afirmou ser o tema colocado em debate bastante pertinente ao poder público, tendo em vista a necessidade de reduzir custos e evitar riscos.


Na sequência, aconteceram as palestras “Manutenção de bens públicos: investir em engenharia reduz gastos estatais e melhora a vida dos cidadãos”, pelo consultor Artur Araújo, e “Segurança nas atividades de elevação de carga”, com André Carrion, gerente geral da Crosby Gunnebo. Também participou da atividade o coordenador do "Cresce Brasil", Fernando Palmezan Neto. 

 

Taubate2 05 11 2019Programação contou com palestras sobre engenharia de manutenção e elevação de carga.


Promovido pelo SEESP, o evento teve patrocínio da Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-SP e da Crosby Gunnebo e contou com apoio institucional da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE).

 

*Com informações e fotos de Paula Bortolini

Lido 247 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda