Logos

GRCS

09/09/2019

Motoristas e cobradores conquistam PLR e manutenção do emprego

Comunicação SEESP*

Após dois dias de protestos que paralisaram a capital paulista, o prefeito Bruno Covas atendeu as reivindicações dos motoristas e cobradores de ônibus. Os trabalhadores conquistaram um acordo que prevê: pagamento integral da PLR na próxima quarta (11); abono dos dias de paralisação, sem descontos na folha de pagamento;  manutenção dos postos de trabalho; manutenção da frota de veículos; cumprimento da convenção coletiva de trabalho pelas novas empresas que assinarem os contratos de concessão.

 


Foto: Denis Glauber

ato dos condutores Foto Denis Glauber

Na quinta (5) e na sexta-feira (6) houve protesto e greve, respectivamente. Mesmo a paralisação tendo durando cerca de 12 horas, e realizada parcialmente, conforme decisão judicial, foi suficiente para mostrar a força da categoria.

O prefeito designou o secretário de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, para buscar uma solução com a diretoria do Sindmotoristas e assinou um Termo de Compromisso.

Na sexta (6), num ato em frente à prefeitura, o deputado federal e presidente licenciado do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas), Valdevan Noventa, começou seu discurso pedindo uma salva de palmas para todos os condutores. “Nossa luta foi histórica, mostramos porque essa categoria é a maior e a mais forte. Todos estão de parabéns. Encerramos o movimento com “chave de ouro, com uma grande vitória”. Seguimos à risca o nosso lema – Lutar sempre, vencer talvez e desistir jamais”.

O movimento foi encerrado e os ônibus voltaram a circular pela cidade, garantindo o retorno da população para as suas casas.

Mais informações no site do Sindmotoristas.


* Com informações do Sindmotoristas




Lido 196 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda