Logos

GRCS

26/06/2019

Terceira rodada de negociação com a Cesp

Comunicação SEESP

 

As negociações rumo ao Acordo Coletivo de Trabalho 2019 dos engenheiros da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) continuam. Em última reunião, realizada em 19/6, os sindicatos, entre eles o SEESP, deixaram claro que a intenção não é discutir apenas as cláusulas econômicas, embora haja dificuldades para negociar outras questões de interesse de ambas as partes.

 

A companhia se comprometeu a levar as propostas apresentadas por escrito na próxima reunião, marcada para esta sexta-feira, 28, para os trabalhadores analisarem ponto a ponto.

 

Propostas da Cesp
• PRR: em momento oportuno fazer acordo específico da PRR, garantindo os valores atualmente praticados, com apresentação das metas e critérios para o segundo semestre de 2019 e para o ano de 2020;
• ATS: negociar após a celebração do ACT, com compromisso de sentar com os sindicatos para negociar futuramente um acordo específico;
• PCS: adequar o valor de forma proporcional ao atual quadro profissional da empresa;
• Função Acessória: adequar à redação da cláusula hoje existente;
• Treinamento: adequar o valor de forma a atender as necessidades do atual quadro profissional da empresa;
• Gerenciamento de Pessoal: manter a cláusula conforme está no aditivo firmado em out/2018;
• Índice de reajuste dos Salários: adotar o IPCA, que é o índice adotado para todo o setor elétrico.

Propostas dos sindicatos
• Gerenciamento de pessoal: que a cláusula atual abranja até junho de 2021, e não dezembro de 2020, como consta no Aditivo;
• VA/VR e Cesta Básica: reajustar estes índices aplicando o índice específico do Dieese, que mede a inflação da alimentação;
• Aumento real: que ao índice de reajuste salarial também seja aplicado um valor de aumento real.

 

 

 

 

 

 

 

Lido 484 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda