Logos

GRCS

30/01/2019

Fortalecer o SEESP é valorizar os engenheiros

Avalie este item
(0 votos)

Predio SEESP ImagemO SEESP representa todos os engenheiros no Estado de São Paulo e atua em defesa dos direitos e legítimos interesses da categoria. Cumprindo sua função precípua, conduz negociações coletivas com cerca de 50 empresas e entidades patronais nos mais diversos segmentos, em campanhas salariais que abrangem cerca de 100 mil profissionais.


Tem ainda como lutas prioritárias a defesa do salário mínimo profissional estabelecido pela Lei 4.950-A/1966, a criminalização do exercício ilegal da profissão e a instituição da carreira pública de Estado para os engenheiros.

Clique aqui para emitir sua GRCS 2019

 

O sindicato oferece ao conjunto dos engenheiros apoio na recolocação no mercado de trabalho por meio de sua área de Oportunidades na Engenharia, que divulga vagas de emprego e estágio, além de oportunidades profissionais para autônomos e cursos de qualificação. Presta ainda orientação sobre elaboração de currículo e fornece dicas para entrevistas.


O Núcleo Jovem Engenheiro tem o objetivo de ampliar a participação da juventude no debate em torno das questões fundamentais da engenharia no País e do movimento sindical da categoria. A ideia é que alunos e recém-formados discutam os desafios que o mercado de trabalho apresenta e participem ativamente do SEESP.


O SEESP também participa de maneira qualificada do debate sobre desenvolvimento nacional, defendendo um projeto que garanta crescimento econômico, com distribuição de renda e preservação ambiental, objetivos presentes no projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”.


Participação fundamental

Para que siga trabalhando pelo profissional e pela engenharia nacional, o SEESP precisa ser cada vez mais forte, o que requer a participação e contribuição da categoria, sempre devolvida em favor dos engenheiros na forma de representação, serviços e atendimento qualificado em sua sede na Capital e nas 25 Delegacias Sindicais distribuídas pelo Estado.

Com esse intuito, a Assembleia Geral Extraordinária, realizada em 7 de dezembro de 2018, para a qual os engenheiros foram convocados por meio de editais publicados nos jornais Folha de S. Paulo e Diário Oficial do Estado de São Paulo,  determinou a autorização para cobrança da Contribuição Sindical 2019, em conformidade com a Lei 13.467/2017. 


Assim, todos os engenheiros devem pagar, até 28 de fevereiro próximo, a guia de recolhimento (que pode ser emitida aqui) no valor de R$ 286,20. Os que são empregados devem ainda apresentar o comprovante de quitação à àrea responsável em seu local de trabalho para evitar o desconto de um dia de salário no mês de março. Mais informações pelo telefone (11) 3113-2620.

Lido 669 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp