Logos

GRCS

06/12/2018

Inteligência artificial e a revolução da manutenção digital

Avalie este item
(1 Votar)

 

Leonardo Moreira

 

As equipes de engenharia e manutenção estão aprimorando a confiabilidade e desempenho dos seus ativos graças ao uso intensivo dos sensores e do seu monitoramento em tempo real. Os veículos estão sendo desenvolvidos com um número cada da vez maior desses componentes de detecção que, associados à capacidade de capturar, transmitir com segurança, armazenar, gerenciar e analisar grandes volumes de dados a custos acessíveis, permitem a consolidação do conceito de manutenção preditiva (PdM).

Tradicionalmente as equipes realizam manutenção preventiva, corretiva e variações como o MTBF (mean time between failure) e MTTR (mean time to repair), que são baseadas em um evento (uma data ou avaria).

 

Foto: iStock/Administradores.com

 

Na manutenção preditiva, as condições de operação são monitoradas em tempo real e sistemas de inteligência artificial detectam anomalias, diagnosticam, indicam soluções e, em seguida, preveem quando a manutenção será necessária, diminuindo o tempo de parada e aprimorando a logística de peças de reposição. Estudos da Deloitte indicam que a PdM pode reduzir o tempo necessário para planejar a manutenção em 20 a 50%, aumentar o tempo de operação e disponibilidade em 10 a 20% e reduzir os custos gerais de manutenção em 5 a 10%.

A Stratio Automotive desenvolveu um equipamento automotivo (Stratio.Databox) que, conectado à interface de diagnóstico do veículo, coleta dados de todos os sensores em tempo real, tais como bateria, motor, caixa de câmbio, freios, suspensão e outros sistemas disponíveis. Esses dados são transmitidos online para a “nuvem”, onde são utilizados algoritmos de inteligência artificial para rastrear o veículo, prever e identificar falhas antes que elas aconteçam, evitando avarias graves e paradas prolongadas para reparo. Cada problema identificado pelo sistema inclui detalhes sobre as causas, bem como informações passo a passo para dar suporte ao trabalho de reparo. Sempre que necessário, a oficina pode acessar dados em tempo real para qualquer sensor disponível no veículo. Qualquer coisa pode ser monitorada remotamente.

O Stratio.Databox disponibiliza acesso rápido e fácil, através de uma interface web, sobre mau funcionamento, falhas e anomalias na frota, divididos por gravidade e por sistema do veículo, juntamente com os KPIs operacionais. Informações sobre cada veículo são simples de entender. Detalhes técnicos e operacionais são exibidos de forma imediata sobre mau funcionamento, sua gravidade e o sistema afetado.

Startup nascida na Universidade de Coimbra, Portugal, a Stratio Automotive tem como clientes alguns dos maiores operadores de transporte rodoviário da Europa. Destaque para o Reino Unido, onde milhares de ônibus, entre eles os característicos double-deck (de dois andares) da cidade de Londres fazem uso da nossa tecnologia. A Stratio Automotive possui escritórios nos Estados Unidos, Portugal, Inglaterra, Espanha e no Brasil.

 

 

Leonardo Moreira é diretor de tecnologia da Mettricx, representante oficial da Stratio Automotive para o Brasil

 

 

 

Lido 66 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

vagas estagio

agenda

art creasp