Logos

GRCS

26/10/2017

Manifesto de engenheiros pede manutenção da hidrovia Tietê-Paraná

Comunicação FNE*

Engenheiros de Santos estão preparando um manifesto em que defendem a manutenção da navegação na Hidrovia Tietê-Paraná, por sua importância para o escoamento de cargas em direção ao Porto de Santos. O documento intitulado Carta Moção de Comunhão Hidroviária  está circulando entre organizações e autoridades e recebendo assinaturas.

A iniciativa é da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos (AEAS) que pretende encaminhar a carta ao governador Geraldo Alckmin; o secretário estadual de Logística e Transportes, Laurence Lourenço; o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, e diretores das agências nacionais de Águas (ANA), de Transportes Aquaviários (Antaq) e de Energia Elétrica (Aneel), além de deputados da Baixada Santista e da publicação na imprensa.

A hidrovia pode ser afetada pela redução dos níveis de suas águas, para priorizar a produção de energia elétrica. O perigo de inviabilização da hidrovia  foi tema do seminário Hidrovia Já, realizado pela AEAS em 17 de outubro.

 

Foto: Gilberto Marques/ A2img -- Fotospublicas.com
Hidrovia TietêParaná Foto Gilberto Marques A2 600

 

 

*Federação Nacional dos Engenheiros

 

 

 

 

Lido 821 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda