Logos

GRCS

17/03/2017

Teatro conta de forma lúdica história de refugiados no Brasil

Está em cartaz na Ocupação Aqualtune, em Pinheiros, zona oeste, capital paulista, até 2 de abril, a peça "Cantos de refúgio", do grupo paulistano Coletivo de Galochas. Pensada para o público infantil, tem atraído pessoas de todas as idades. Além do espetáculo, é possível experimentar a culinária regional palestina, feita por um grupo de refugiados que mora no local.

teatro infantil na ocupação


A montagem aborda a situação de refugiados sírios-palestinos que chegam ao Brasil e conta a história dos irmãos gêmeos Leila e Jamal, que passam a infância entre os escombros da guerra e a esperança de estabelecer uma nova casa. Por conta das dificuldades, a família envia um dos irmãos para tentar a vida em outro país. Com a intensificação da guerra, Leila inicia uma jornada atrás de seu irmão. O universo onde a história se desenrola, embora atravessado pela destruição, é um ambiente mágico e alegórico, recheado de música, canto, dança e criaturas fantásticas, inspirados nas ricas tradição e cultura palestinas. Para contar a história, o grupo utiliza recursos de sombra, projeções e teatro de animação.

Após a apresentação, está sendo realizado no espaço um ciclo de aulas públicas, sempre aos sábados, às 19h. Mais informações e confirmação de presença no evento público em uma rede social aqui.

Serviço:
Temporada: Sábados e domingos, 16h. De 11 de março a 2 de abril de 2017
Endereço: Ocupação Aqualtune – Rua Butantã, 233, Pinheiros, São Paulo – SP (entrada na rua sem saída ao lado)
Duração: 70 minutos
Lotação: 50 lugares
Classificação: Livre
Gratuito



Comunicação SEESP




Lido 1164 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda