GRCS

13/09/2016

Brasil ganha laboratório para ensaios de arco elétrico

O Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE/USP), em parceria com a Petrobras, inaugurou, em 25 de agosto último, o Laboratório de Ensaios de Vestimentas (LEVe) para a simulação de arco elétrico como forma de oferecer suporte à crescente demanda e necessidade por conhecimento nesse tipo de ensaio. O Instituto foi escolhido porque possuía a infraestrutura necessária para a construção do equipamento e a companhia petrolífera brasileira aportou os recursos e forneceu todo o apoio técnico para viabilizar o projeto. Entusiasta da ideia, o diretor do SEESP, José Manoel Teixeira, participou da solenidade e foi homenageado, sendo reverenciado como um dos “padrinhos” do laboratório.


Foto: Divulgação
IEE USP 25AGO2016 3 
Primeiro à direita, Teixeira, diretor do SEESP, juntamente com outros profissionais
é homenageado em lançamento de laboratório na USP.
 

Para Márcio Bottaro, do Serviço Técnico de Desempenho e Segurança de Equipamentos e Materiais Elétricos do IEE/USP, o LEVe impacta diretamente o setor produtivo abrindo a possibilidade da indústria nacional, seja nos materiais de base ou no produto pronto, confeccionado, na área de proteção térmica contra arcos elétricos, desenvolver, aprimorar e certificar seus produtos junto ao Ministério do Trabalho, dispondo disso regionalmente. “A tecnologia embarcada no LEVe é de última geração em termos de processamento e análise de dados, o que nos coloca nos mesmos patamares internacionais, onde, em alguns casos, me arrisco a dizer que estamos um passo a frente, como a abertura de pesquisas básicas que darão suporte a toda a cadeia de desenvolvimento, papel fundamental da universidade nesse processo”, constatou.

Segundo ele, a colaboração com a proteção e saúde do trabalhador se dá diretamente pela colaboração do IEE/USP, Ministério do Trabalho, fabricantes e usuários. Bottaro explica: “Além do processo normal de certificação dos produtos ao qual o LEVe já se inseriu, que procura dar maior garantia da qualidade e efetivo desempenho dos produtos avaliados por este laboratório, temos com o laboratório a abertura para programas de conscientização, investigação de acidentes e estudos mais aprofundados dos efeitos secundários dos arcos elétricos em acidentes, como danos a visão, audição entre outros, áreas de pesquisa prementes no conceito de saúde e segurança no trabalho.”

Arcos elétricos
Os ensaios de arco elétrico são provas essenciais na escolha da proteção dos trabalhadores que estão expostos a tais perigos, relatando informações importantes do tecido utilizado na vestimenta e por consequência a proteção ao usuário em caso de um acidente. “A ausência de tais ensaios significaria que o trabalhador não saberia o que esperar de sua vestimenta diante de uma situação real”, salienta Maria do Carmo Chies, gerente regional da América Latina da Westex by Milliken.


IEE USP 25AGO2016 1A solenidade atraiu diversos especialistas da área de engenharia e segurança no trabalho.
 

A partir de 2016, o laboratório irá conduzir ensaios seguindo os padrões ASTM e IEC para tecidos, vestimentas, máscaras e luvas antichamas.  “Antes da concepção deste laboratório, a maioria das empresas viajava ao exterior para ter acesso a esses ensaios”, observa Bottaro. Em termos de desenvolvimento econômico e infraestrutural, o Brasil se estabelece como o líder da região e gera expectativas de crescimento elevado no segmento de proteção a esse risco para os próximos anos.


 

Rosângela Ribeiro Gil
Comunicação SEESP








Lido 2211 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda