GRCS

28/03/2016

Em defesa da valorização profissional e do emprego na EMTU

Em reunião realizada em 14 de março último com o presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Joaquim Lopes da Silva Junior, o presidente do SEESP, Murilo Celso de Campos Pinheiro, reafirmou reivindicações dos engenheiros da empresa, como a aplicação do piso salarial conforme a Lei 4.950-A/66 e a garantia de emprego, repudiando, por isso, as demissões sem negociação com os sindicatos. O encontro também contou com a participação de outros diretores e o jurídico do sindicato.


Foto: Karen Blanco/SEESP
EMTU 14MAR2016 
Murilo Pinheiro (à dir.) reafirma necessidade da valorização profissional dos
engenheiros da EMTU ao presidente da empresa (ao centro) 


Para Pinheiro, a empresa deve implantar um procedimento administrativo que possibilite a participação do empregado e dos sindicatos no processo de discussão, preventivo à formalização de demissões, bem como uma análise da reestruturação do processo interno de avaliação dos trabalhadores.

O presidente da empresa informou que a EMTU é favorável à implantação do piso salarial dos engenheiros, por isso encaminhou ao Conselho de Defesa dos Capitais do Estado (Codec), órgão ligado à Secretaria da Fazenda, documentação com a fundamentação técnica do pleito do SEESP. 


 

Rosângela Ribeiro Gil
Imprensa SEESP










Lido 1937 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda