GRCS

14/01/2016

Engenharia contribui para segurança do trabalho em cemitérios

A engenharia a favor do trabalhador. Com esse princípio, o departamento de Cemitérios do Serviço Funerário do Município de São Paulo (SFMSP) adquiriu três miniescavadeiras para que os sepultadores possam abrir as covas sem o uso da pá. A medida, além de economizar tempo, trará benefícios à saúde dos chamados coveiros, que geralmente adquirem sérios problemas de coluna antes dos 50 anos.


Fotos: divulgaçãominiescavadeira 1


“Muitos acabam entrando na lista dos funcionários com desvio de função, assumindo outras tarefas por conta da indisponibilidade de saúde. Com as mini escavadeiras, a ideia é que preservar o trabalhador e aproveitar o tempo livre, que restará, para capacitá-lo para fazer outros tipos de serviços nos cemitérios, como pequenos reparos e vigiar a água empossada nos vasos, evitando proliferação do mosquito da dengue”, explica o engenheiro da Prefeitura Municipal de São Paulo (PMSP) Frederico Jun Okabayashi, diretor do departamento.

Ele conta que foi a partir de conversar com sepultadores que identificou a necessidade de mudar a forma como o trabalho vem sendo feito, desde 1856, quando o primeiro cemitério, o Santo Amaro, foi inaugurado na capital paulista. O trabalho de coleta de informações e pesquisa também é feito pela engenheira de Segurança do Trabalho, Ana Cristina Yoko Kina.


miniescavadeira 2


Em média, dois funcionários abrem uma cova levando cerca de uma hora. Com o uso do novo equipamento, o tempo cai para 20 minutos. Pelo menos 30 sepultadores serão capacitados para usar a miniescavadeira, que estarão operando, até fevereiro, em três cemitérios: Vila Formosa, São Luis e Vila Nova Cachoeirinha. Okabayashi adiantou que outras unidades deverão ser compradas em breve para levar a novidade para outros cemitérios, diante da grande receptividade dos servidores, cujos empregos estão garantidos.

“Já me questionaram sobre a garantia dos empregos. Não há como demiti-los porque além de serem concursados, temos muito trabalho que precisa ser feito. Haverá cursos de capacitação para a parte elétrica, obras, jardinagem, e o que mais for preciso”, completou Fred Okabayashi.


miniescavadeira 3

Na manhã de terça-feira (12/1), houve uma cerimônia de demonstração e entrega das mini escavadeiras, no Cemitério da Vila Formosa. Participaram o secretário de Serviços Simão Pedro, a superintendente do Serviço Funerário Lucia Salles França Pinto, o vereador Laércio Benko (autor da emenda parlamentar que possibilitou, entre outros itens, a aquisição das miniescavadeiras) além da presença dos sepultadores, funcionários e equipe técnica da autarquia.

 




Deborah Moreira
Imprensa SEESP








Lido 2785 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Oportunidades Plataforma 29 04 1

VAGAS DE ESTÁGIO DE ENGENHARIA

agenda