Logos

GRCS

03/01/2011

Ajuda do Brasil permitirá construção de estrada na Bolívia

Dados são da Agência Boliviana de Informações (ABI). Presidente Evo Morales disse ainda que outra prioridade é a construção do Aeroporto Internacional de Chimoré em Cochabamba

        O presidente da Bolívia, Evo Morales, confirmou ter recebido os recursos do governo do Brasil para a construção da Estrada de Villa Tunari, que liga a cidade de Cochabamba a San Ignacio de Moxos, no município de Beni. Segundo ele, o Brasil vai financiar cerca de US$ 332 milhões da obra. As negociações foram firmadas entre Morales e o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Felizmente [o comando do] Banco do Brasil assinou o financiamento para Villa Tunari-San Ignacio de Moxos. Portanto, este ano vamos iniciar a construção da estrada", disse Morales, lembrando que o acordo para a execução da obra foi firmado com Lula em agosto de 2009.
        Os dados são da Agência Boliviana de Informações (ABI). Morales disse ainda que outra prioridade do governo é a construção do Aeroporto Internacional de Chimoré em Cochabamba – uma das principais cidades da Bolívia. No local, deverá ser instalada uma base da Força Aérea Boliviana para o treino de pilotos de helicóptero. De acordo com o presidente, o objetivo é que com a construção desse aeroporto, em Cochabamba, algumas viagens internas na Bolívia sejam encurtadas, como as que ligam as cidades de Cochabamba a Santa Cruz de la Sierra e também o trajeto entre Mayu Montero e Cristal.

 

(Renata Giraldi Repórter da Agência Brasil)
www.fne.org.br

 

 

Lido 1547 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda