Logos

GRCS

03/01/2011

Ajuda do Brasil permitirá construção de estrada na Bolívia

Avalie este item
(0 votos)

Dados são da Agência Boliviana de Informações (ABI). Presidente Evo Morales disse ainda que outra prioridade é a construção do Aeroporto Internacional de Chimoré em Cochabamba

        O presidente da Bolívia, Evo Morales, confirmou ter recebido os recursos do governo do Brasil para a construção da Estrada de Villa Tunari, que liga a cidade de Cochabamba a San Ignacio de Moxos, no município de Beni. Segundo ele, o Brasil vai financiar cerca de US$ 332 milhões da obra. As negociações foram firmadas entre Morales e o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Felizmente [o comando do] Banco do Brasil assinou o financiamento para Villa Tunari-San Ignacio de Moxos. Portanto, este ano vamos iniciar a construção da estrada", disse Morales, lembrando que o acordo para a execução da obra foi firmado com Lula em agosto de 2009.
        Os dados são da Agência Boliviana de Informações (ABI). Morales disse ainda que outra prioridade do governo é a construção do Aeroporto Internacional de Chimoré em Cochabamba – uma das principais cidades da Bolívia. No local, deverá ser instalada uma base da Força Aérea Boliviana para o treino de pilotos de helicóptero. De acordo com o presidente, o objetivo é que com a construção desse aeroporto, em Cochabamba, algumas viagens internas na Bolívia sejam encurtadas, como as que ligam as cidades de Cochabamba a Santa Cruz de la Sierra e também o trajeto entre Mayu Montero e Cristal.

 

(Renata Giraldi Repórter da Agência Brasil)
www.fne.org.br

 

 

Lido 1481 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp