Logos

GRCS

09/06/2015

Contra o trabalho infantil e pelo emprego decente

Na sessão plenária da 104º Conferência Internacional do Trabalho, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em Genebra (Suíça), desta terça-feira (9/6), diretores da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU) participam com delegados de vários países, representantes de governos, trabalhadores e empregadores, das discussões de vários temas, como a abolição do trabalho infantil e a criação de empregos decentes. No período da tarde, falarão pelo Brasil o ministro do Trabalho e Emprego (MTE), Manoel Dias, e o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah.


Foto: Divulgação
OIT CNTU 09JUN2015 editada 
Dirigentes da CNTU, da direita para a esquerda: presidente Murilo Pinheiro, vice Gilda Almeida de Souza
os diretores Geraldo Ferreira Filho e Welington Moreira Mello 


Segundo informações do TEM, os resultados conquistados pelo Brasil nos últimos doze anos, entre eles a articulação para manutenção do salário mínimo acima da inflação e a criação de programas de qualificação, como o Pronatec e distribuição de renda, como o Bolsa Família, estiveram no centro das discussões bilaterais comandadas pelo ministro Dias, na manhã de segunda-feira (8).

Logo cedo o primeiro encontro de Dias foi com o ministro do Trabalho do Equador, Carlos Marx Carrasco. Em seguida com os representantes de Cuba e Paraguai. O ministro também participou de reunião promovida pela Federação Democrática Internacional de Mulheres, acompanhado da embaixadora do Brasil na Suíça, Regina Maria Dunlop. “Debatemos sobre as diferenças de salário e gênero e sobre o direito de compensação igual para o mesmo tipo de trabalho”, informou.

Nos encontros bilaterais, países como o Equador também demonstraram interesse na formação de conselhos sobre relações do trabalho, com composição tripartite, e sobre as políticas de promoção à saúde e segurança do trabalhador, como a recente campanha do setor, como apoio do governo, para promover o debate sobre o tema no País.

A 104º Conferência Internacional do Trabalho teve início em 1º de junho e continua até o dia 13 desse mês. Na quinta-feira (11) haverá a Cúpula sobre o Mundo do Trabalho e, na sexta-feira (12), além da votação da Recomendação da OIT sobre informalidade, haverá a cerimônia pelo Dia Mundial contra o Trabalho Infantil.



Rosângela Ribeiro Gil
Imprensa SEESP
Com informações de Rita Casaro e assessoria do MTE









Lido 1431 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda