Logos

GRCS

18/01/2017

SEESP discute conjuntura e ações para 2017 em Guaratinguetá e Taubaté

Dando continuidade à série de encontros regionais para articular as prioridades em 2017 e fortalecer a atuação de suas delegacias sindicais nesse processo, o SEESP realizou nesta quarta-feira (18) reuniões em Guaratinguetá e Taubaté, no Vale do Paraíba. Em ambas, Murilo Pinheiro, presidente da entidade, apresentou balanço de 2016 e chamou ao engajamento da categoria: “Vivemos uma situação extremamente delicada no País, temos uma metralhadora giratória apontada para nós, com ataques aos direitos trabalhistas, previdenciários e sindicais. Isso nos obriga a uma discussão ainda maior, amplia nossa responsabilidade de participarmos para sairmos da crise.” Lembrando que, apesar da conjuntura difícil, o SEESP realizou pouco mais de 400 eventos e apresentou agenda positiva, destacou: “Precisamos fazer acontecer, precisamos que todos se juntem para ajudar o País a sair da crise.” Entre as iniciativas em 2016, ele citou a realização do seminário “Mobilização para a retomada do crescimento e valorização dos profissionais” em Barra Bonita, entre 24 e 26 de novembro, como parte do movimento “Engenharia Unida”, a consolidação da Frente Parlamentar Mista de Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento, sob a coordenação do deputado federal Ronaldo Lessa (PDT-AL), e as ações que integraram o projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE). Murilo destacou, nesse contexto, a contribuição dada com a criação da primeira faculdade de Engenharia de Inovação do País, o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), mantido pelo sindicato.

 Fotos: Rita Casaro/SEESPFotos: Rita Casaro/SEESP Reunião em Guaratinguetá: esforço regional.

 

Para este ano, no espírito de esforço conjunto, o presidente do SEESP informou sobre reuniões com as centrais para evitar retirada de direitos e com os maiores sindicatos de trabalhadores de São Paulo para pensar um plano de ajuda aos 13 milhões de desempregados. Além disso, anunciou encontro com as entidades representantes do setor produtivo na próxima segunda-feira (23), na sede da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), na Capital. Neste último, será discutida a “questão da Petrobras”. A motivação foi o anúncio em 11 de janeiro de abertura de licitação para retomada das obras da unidade de processamento de gás do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em que só foram convidadas empresas estrangeiras. “Nenhuma companhia brasileira pode participar. Não podemos permitir isso. Vamos tirar na segunda-feira uma pauta e depois solicitar reunião com o Presidente da República e os ministros da Infraestrutura e da Energia”, explanou Murilo. “As delegacias sindicais têm importância muito grande nessa discussão. Vamos arregaçar as mangas e ir para cima, de modo a contribuir com um Brasil melhor.”

 

Encontro em Taubaté: união na busca por saídas à crise e retomada do crescimento.

 

Na série de encontros, tem sido ainda abordada a importância de aproximar ainda mais o SEESP de seus representados no Interior e de formar e estimular jovens à atuação sindical. Participaram do encontro em Taubaté o presidente da Delegacia Sindical, Breno Botelho Ferraz do Amaral Gurgel e os diretores locais Francisco Oiring, Carlos Takeshi Azuma, Maria Judith Marcondes Salgado Schimidt, Sebastião Melin Aburjeli, Jorge Luiz Monteiro, Nazareno Mostarda Neto, além de Alberto Marcondes e Ezequiel Oliveira (ambos de Pindamonhangaba), Magno de Menezes Silva, Denise de Lima Belisário e Gilberto Furtado. Em Guaratinguetá, o presidente da Delegacia Sindical, José Luiz Pardal, e os diretores regionais Gerson Prado Galhano, José Guilherme Correa. Participaram de ambas reuniões os diretores estaduais Edilson Reis, João Carlos Gonçalves Bibbo, Carlos Alberto Guimarães Garcez, Celso Atienza e Osvaldo Passadore, além de Gley Rosa (Alto Tietê).

Abrangência
A delegacia de Guarantinguetá abrange os municípios de Aparecida do Norte, Lorena, Cachoeira Paulista, Cruzeiro e demais do fundo do Vale do Paraíba; e a de Taubaté, Caçapava, Tremembé e Distrito Quiririm.

 

Soraya Misleh
Comunicação SEESP

 

Lido 969 vezes

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

VAGAS DE ESTÁGIO

agenda

art creasp